Eclipse e furacões são “sinais da volta de Jesus”, alerta Max Lucado

13/09/2017

O pastor Max Lucado ficou famoso no mundo inteiro por causa de seus livros de caráter motivacional. Embora seu ministério tem sido sempre marcado pelo otimismo, fez declarações surpreendentes após a passagem do furacão Harvey pelo Texas, onde fica sua residência e sua igreja.


Em uma reflexão sobre os sinais da volta de Jesus, ele pediu que as pessoas orassem pelos que foram atingidos pela tempestade, mas disse que esse tipo de devastação já estava prevista na Bíblia.
Os Estados Unidos testemunharam recentemente um eclipse solar e poucos dias depois viram a chegada de Harvey e agora esperam por Irma. Esses desastres naturais possuem uma perspectiva bíblica, lembrou ele ao jornal Express.

“[Desastres naturais] São sinais que o mundo que conhecemos está prestes a acabar, mas aparentemente os líderes mundiais estão ignorando esses sinais”, afirmou, citando o texto de Mateus 16:3. Nessa passagem, Jesus disse: Ora, sabeis discernir o aspecto do céu, e não podeis discernir os sinais dos tempos?”.

Lucado afirmou ainda ter convicção que Deus “está nos enviando alguns sinais”, pois Jesus afirmou em Mateus 24:8 que “todas estas coisas são o princípio de dores”. Embora ressalte que não teria como prever que dia o Senhor irã voltar, o escritor disse ter plena certeza que o mundo está nos seus últimos dias e estamos testemunhando as “dores de parto” da nova criação.
Para ele, embora seja muito triste ver toda essa destruição, a promessa de Jesus é que isso não duraria para sempre. “Calamidades e catástrofes devem ocorrer antes do nascimento de um novo mundo. Sabemos, porém, que esse é o início do fim, mas também o início de um novo começo”, asseverou.
Fonte: GOSPEL PRIME

Marina Viana lança o álbum Nascer de Novo

07/07/2017

A cantora Marina Viana lançou, pela gravadora Central Gospel Music, o disco Nascer de Novo. O projeto, que foi anunciado pela artista durante o ano de 2016 e 2017, conta com distribuição digital em canais de streaming como Spotify e Deezer.


O disco foi gravado nos estúdios dos músicos Emerson Pinheiro e Leandro Simões, produzido por Filipe Bitencourt, arranjado por Tadeu Chuff, mixado e masterizado por Simões. O projeto envolve, ainda, a participação de músicos como Marcio Carvalho (guitarra e violão), Dedy Coutinho (baixo) e Leonardo Reis (bateria).

“A produção tá impecável, as letras, as composições também tão simplesmente lindas e é muito gratificante porque Deus colocou esse sonho no meu coração”, disse a cantora. O projeto gráfico do disco foi elaborado pelo cantor e designer David Cerqueira, da Agência Excellence.

Faixas do CD
1. Teus Celeiros
2. É Necessário Nascer de Novo
3. Fogo do Avivamento
4. Exemplo de Amor
5. Me Ajude a Caminhar
6. Aleluia
7. Agora que a Luz Brilhou
8. Ninguém Te Ama Como Deus
9. Toma Meu Coração
10. Gravado em Suas Mãos

FONTE: GOSPEL MAIS

Perlla anuncia fim da carreira gospel e retorno ao funk

07/07/2017

A cantora Perlla Castilhol decidiu abandonar seu ministério na música gospel para retomar sua carreira no funk, onde surgiu para o cenário nacional. A decisão ocorre após cinco anos de sua conversão ao Evangelho.


Portais de internet publicaram a notícia na última sexta-feira, 30 de junho, com grande destaque, já que Perlla era considerada a “rainha do funk melody” quando decidiu abandonar a carreira em 2011, investir em seu relacionamento com Cássio Castilhol e trilhar o caminho da música gospel.

À época, o jornal Extra noticiou que Cassio teria dito à cantora para abandonar a carreira no funk: “Ou sua carreira, ou eu”. Posteriormente, ela foi vista cantando em uma igreja e, na sequência, anunciou que estava realmente se aposentando dos palcos. A mídia não tardou a substitui-la como principal figura feminina no funk pela, então, MC Anitta.

Perlla assinou contrato com a gravadora Central Gospel Music, onde lançou o álbum “Minha Vida Mudou” em 2013, e no ano seguinte, “Noite de Paz – Canções para Celebrar“, pela gravadora Deck Disc.

Convicção?

Em fevereiro de 2016, a Record TV exibiu uma matéria com Perlla e deixou a entender que a cantora estaria receptiva a propostas para voltar a cantar músicas seculares. Com a repercussão, de imediato a especulação foi negada.

“Confesso para vocês que eu fiquei bastante assustada, porque nós gravamos três dias com o Câmera Record e eu falei inclusive, muitas vezes, do que Deus tem feito na minha vida, da transformação. E encerrou a matéria com o [DJ] Marlboro falando, fazendo aquele apelo para que eu voltasse para o funk”, comentou Perlla na ocasião.

“Falei, não só para o Marlboro, mas para todas as pessoas durante os três dias [de gravação] que eu não iria voltar, que eu estava muito feliz com o que o Senhor tinha feito, que eu sabia das promessas que Deus tinha para a minha vida e do chamado que Deus tem para a minha vida. Então, você que está achando que eu vou voltar para o funk, eu não vou voltar”, definiu.

Por fim, a cantora havia dito que fazia “cinco anos que tinha voltado para Jesus” e estava satisfeita: “Quem mudou a minha vida foi o Senhor, não foram as pessoas. Foi Jesus quem transformou a minha vida. Então não vai ser uma matéria, não vão ser pessoas que vão fazer com que eu venha mudar aquilo que Deus fez”, concluiu.

Roda de samba

Antes das notícias de que irá retornar a cantar funk, Perlla se envolveu em uma polêmica com o pastor Otoni de Paula por ter participado de uma roda de samba da rádio O Dia FM, do Rio de Janeiro.

De imediato, o pastor Otoni de Paula – que também é vereador no Rio de Janeiro – suspendeu a participação de Perlla em um congresso de adolescentes de sua igreja, e afirmou que embora respeitase a cantora, não poderia leva-la ao evento sabendo de sua participação no evento secular.

A resposta da assessoria de imprensa da cantora ao episódio foi de negar a intenção de abandonar a carreira gospel, afirmando que Perlla tinha aceitado o convite para o evento como oportunidade de contar seu testemunho, e voltaria a cantar músicas românticas, mas não voltaria a interpretar as antigas canções de sua carreira secular.

Na ocasião, disse estar preparando um novo álbum gospel, que seria lançado pela gravadora Mess Entretenimento, e que o single “Passinho Diferente“, gravado com o cantor Tonzão, havia sido lançado. A letra diz “chega de dar passos errados, vem dar um passinho pro bem”.

Agora, tudo foi mudado, e Perlla admitiu ao jornal Extra que retomará sua carreira no funk: “Quero voltar a levar minha alegria para as pessoas. Antes, eu estava em outra vibe, com outros pensamentos, imaginava que não dava para conciliar a minha religião com essa carreira artística, mas descobri que posso continuar sendo a Perlla que eu sempre fui porque a saudade ficou”, disse.

Perlla é membro da Igreja Batista da Lagoinha na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, onde o casal Filippe e Mariana Valadão são pastores. De acordo com informações repassadas pela assessoria de imprensa ao JM Notícia, ela e a família continuarão frequentando os cultos e participando da comunidade, mas a cantora não irá mais atuar na música gospel.

FONTE: GOSPEL MAIS

Renascer Praise lança o álbum Betel

24/04/2017

A banda paulista Renascer Praise lançou, nas plataformas digitais de música nesta sexta-feira (21), o álbum Betel. Disponível em CD, o projeto conta com selo da gravadora Universal Music, que distribui obras do grupo desde o ano de 2013.


O show foi gravado em dezembro de 2016, na sede da igreja Renascer em Cristo, a Renascer Arena e, segundo nota divulgada pela gravadora Universal Music, seis mil pessoas prestigiaram a gravação, que traz repertório inédito e algumas regravações.

Dentre as regravações, o registro contou com as músicas “Na Força do Louvor” (original do álbum Apostólico, de 2005), “Promessa” (do álbum A Pesca, de 1999) e “Plano Melhor” (do álbum Tributo ao Deus de Amor, de 1998). O registro soma, no total, 14 canções.

Sônia Hernandes comentou a gravação e fez uma síntese do que é o Renascer Praise. “Existem dias e dias na nossa vida! Há dias que marcam, e há dias que nos transformam. O dia em que nós recebemos nosso chamado foi transformador. Daquele dia em diante, o mover das águas do Espírito Santo tomou conta de nossas vidas e uma grande revolução aconteceu. Pessoas eram libertas das drogas, casamentos eram restaurados e surgiu uma forma diferente de louvar”.

A versão em DVD do projeto ainda não teve data de lançamento anunciada. O projeto anterior, do grupo, Daniel, foi lançado no final de 2015, enquanto a versão audiovisual foi divulgada no ano seguinte.

Faixas do CD
1. Na Força do Louvor
2. Nossa Festa
3. Lugar de Adoração
4. Apenas uma Ordem
5. Moriá
6. Marcado
7. Palavra Apóstolo
8. Vem, Espírito Santo
9. Bom Futuro
10. Promessa
11. Plano Melhor
12. Jesus Está Aqui
13. Glorificado
14. Santo, Santo
Fonte: Gospel Prime

Um terço dos cristãos na Alemanha não acredita no céu

24/04/2017

Prestes a completar 500 anos, a Reforma Protestante iniciada pelo alemão Martinho Lutero ajudou a moldar a história do Ocidente. Contudo, a exemplo do que ocorre na maioria dos países europeus, o cristianismo está em queda livre.


Grande parte do declínio deve-se à teologia liberal, divulgada há mais de um século e que relativizou os ensinamentos bíblicos, trocando os mandamentos divinos por “dicas de como se viver melhor”.

Uma pesquisa do Instituto Insa-Consulere, divulgada pela revista Evangelical Focus, mostra que apenas 49% dos evangélicos alemães defendem a ideia de vida após a morte. Já entre os católicos, o índice cai para 40%. Entre os luteranos, maioria no país, apenas 32% creem nisso.

Em média, um terço dos cristãos alemães dizem crer enquanto 28% “não tem certeza”. Em contraste, 67% dos muçulmanos alemães dizem não ter dúvida que existe vida após a morte.

Paralelo a isso, o comparecimento aos cultos na igreja evangélica protestante alemã atingiu o menor índice da história. Embora a religião oficial contabilize 22.3 milhões de membros – cerca de 27% da população – apenas 3,4% frequenta regularmente a igreja.

Realidade semelhante à inglesa
O Instituto ComRes, da Inglaterra, divulgou este mês uma pesquisa sobre a fé no Reino Unido. Ela indica que, hoje em dia, apenas 17% dos britânicos acreditam fielmente no relato bíblico sobre a ressurreição. Já 50% das pessoas pesquisadas não acreditavam na ressurreição.

Um quarto (25%) das pessoas que se consideram cristãos na Grã-Bretanha não acredita na ressurreição de Jesus. Apenas 57% dos cristãos “praticantes” – que vão à igreja pelo menos uma vez por mês – dizem que acreditam em tudo que a Bíblia diz. Apenas 65% dos entrevistados pensam que suas almas irão para o céu ou o inferno.

Ex-atrizes pornô testemunham como Jesus lhes deu nova vida

24/04/2017

Elas conquistaram fama e fortuna na indústria do entretenimento adulto, como atrizes de filmes pornô, mas largaram tudo para servir a Deus. Crissy Outlaw, 41 anos, e Brittni de la Mora, 30, cada uma a seu modo, hoje são mães de família e desempenham o ministério pastoral.


Quando dá seu testemunho nas igrejas, Crissy relata que teve uma infância difícil. Seus pais eram católicos, mas ela não seguiu os ensinamentos que recebia em casa e na igreja.

Abusada sexualmente aos 4 anos de idade por um vizinho adulto, ela conta que os abusos continuaram por alguns anos. Ela sempre teve problemas de autoestima e depressão. Ela cresceu achando que havia “algo” nela que havia provocado aquela situação, algo que nunca contou para seus pais.

Aos 17 anos ela ficou grávida de um namorado e acabou optando por abortar quando ele não quis assumir a criança. “Foi uma das coisas mais traumáticas que me aconteceu”, conta hoje.

Nessa mesma época ela se tornou modelo. Isso a levou para a carreira como atriz pornô aos 23 anos. Anos mais tarde estampou as páginas da revista Playboy.

Ela conta que ganhou muito dinheiro e durante algum tempo ela teve seu próprio site pornô, mas dentro de si havia um grande vazio. Durante a gravação de alguns filmes confessa que seu maior desejo era morrer.

A jovem teve muitos relacionamentos, nos quais procurava aceitação. Contudo, por causa de sua profissão, disse que acabou se envolvendo com pessoas que a maltratavam e a viam como um objeto sexual.

Crissy fez em mais de 50 filmes adultos entre 2001 e 2006, tornando-se na época uma das estrelas pornográficas mais populares dos EUA, quando ainda usava o nome de Crissy Moran.

Até que um dia, quando tinha 31 anos, ela disse que não aguentava mais, pois sentia-se “quebrada por dentro”. Ajoelhou-se no chão de sua casa luxuosa e chorou, pedindo ajuda divina. “Eu disse: Deus, se você é real, preciso que você me mostre. Eu preciso de um sinal, porque tudo o que sei sobre o amor não está certo. Eu preciso sentir você na minha vida”.

No dia seguinte, ela foi a um estúdio, onde seu namorado da época fazia um filme adulto. Durante uma pausa nas filmagens, eles saíram com alguns amigos. Surpreendentemente um deles, que agora era cristão, começou a falar sobre Jesus com ela.

Crissy disse que viu aquilo como um sinal divino. Ela orou, aceitando Jesus e decidiu que a partir daquele diz não faria mais nada que envolvesse pornografia, mesmo sabendo que sua carreira estava no auge.

Tempos depois, começou a frequentar uma igreja local. Cerca de um ano depois, conheceu seu futuro marido, Lawton Outlaw, que era um pastor de jovens. Eles se casaram em 2013 e Crissy foi consagrada pastora.

Hoje, além de ajudar o esposo na igreja, ela colabora com o ministério XXXChurch, que mantém o maior site antipornografia do mundo. Ela dá seu testemunho em várias igrejas pelo país, mostrando que Jesus pode mudar a vida de todo tipo de pessoa, até mesmo de artistas pornô.

275 filmes e três milhões de dólares

A história de Brittni de la Mora é parecida. Durante a juventude ela lutou contra o vício em drogas, depressão e transtorno alimentar. “Eu vivia realmente deprimida. As drogas eram a única coisa que me ajudavam a passar o dia, porque me davam um pouco de energia e uma falsa sensação de felicidade”, explica.

Ela mantinha uma carreira agitada, tendo começado na indústria do sexo aos 16 anos de idade, quando foi trabalhar como stripper em sua cidade natal, Santa Barbara, Califórnia. Brittni diz que sua infância foi cheia de negligência e instabilidade emocional. Isso sempre a fez sentir-se indesejada.

Descobriu que exibir seu corpo gerava desejo nos outros e durante dois anos ela trabalhou como dançarina em um clube. Até que um dia, um diretor de filmes pornô lhe convidou para fazer um teste como atriz. O dinheiro era bom e ela queria terminar de pagar a universidade.

Aos 18 anos gravou seu primeiro filme. Diz que em sua cabeça a única coisa que passava era: “Isso é incrível. As pessoas vão me amar e serei uma estrela”.

Após alguns meses na indústria de filmes adultos, um diretor comentou que ela estava gorda. Para uma jovem que lutou muito tempo com transtorno alimentar, aquilo foi um choque. Acabou se entregando à cocaína depois de ouvir o conselho de um amigo sobre como isso a faria perder peso rapidamente.

Durante sete anos de sua carreira, ela estrelou nada menos que 275 filmes, a maioria com o pseudônimo Jenna Presley. Calcula que ganhou cerca de US$ 3 milhões, mas desperdiçou uma fortuna em drogas. Apesar do rótulo de “estrela”, ela caiu em uma profunda depressão e chegou a pensar em suicídio.

Seu namorado da época, que era membro de uma gangue, morreu esfaqueado por uma gangue rival. Este incidente deixou Brittni com medo de sair de casa. Em 2010, ela ficou meses trancada no quarto, com as luzes apagadas, consumindo grandes quantidades de metanfetamina.

Certa noite, quando pegou uma tesoura e começou a cortar os pulsos ouviu uma voz dizer: “Ligue as luzes e abaixe essa tesoura”. A atriz diz acreditar que era Deus falando com ela.

“Se Deus não tivesse falado comigo naquela noite, sem dúvida nenhuma eu teria tirado a minha vida”, testemunha.

Foi então que ela decidiu ligar para seus avós, que são evangélicos, e pedir oração. Seu avô a convidou para ir à igreja no dia seguinte. Naquele culto ela decidiu entregar sua vida a Jesus Cristo.

Como tinha contratos em andamento, durante algum tempo continuou fazendo filmes, pois tinha. Contudo, durante uma viagem de avião ela abriu sua Bíblia e começou a ler. O texto de Apocalipse 2:20, conta, foi como “uma luz” que lhe chamava para voltar a Deus e abandonar a pornografia

Lembrando desse momento, ela conta: “Comecei a chorar e pedi desculpas a Deus. Só então entendi o que tinha feito durante todos aqueles anos”. Isso foi em 2012. Ela ressalta que tinha apenas US$ 1500 no banco.

Decidida a mudar de vida foi procurar emprego e acabou indo para o escritório de uma empresa de táxi, onde ganhava um pouco mais que o salário mínimo. Mesmo assim, permaneceu firme. Nessa altura já frequentava a Igreja Cornerstone de San Diego, onde hoje é uma das pastoras de jovens. Em 2016, casou-se com o pastor principal da igreja, Richard de la Mora.

Brittni, que antes só queria a aprovação dos homens, explica que sua única preocupação agora é ser aceita por Deus. Seu passado é uma “memória distante” e ela diz que não gosta muito de falar sobre isso.

“Eu não me preocupo com o meu passado, mas quero ensinar aos meus filhos que todos temos um passado e não somos julgados por causa disso”, encerra. Com informações de Daily Mail

Aplicativos


 Locutor Ao vivo


PROGRAMA SÓ LOUVOR

Peça Sua Música

Nome:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

01.

Anderson Freire

Raridade

02.

Preto no Branco

Ninguem Explica Deus

03.

Aline Barros

Casa do pai

04.

Fernandinho

Uma coisa peço ao senhor

05.

André & Felipe

Acelera e Pisa

Anunciantes